12 Comportamentos que podem DESTRUIR a sua carreira. O 9 é o mais comum!

Sérgio      sábado, 13 de outubro de 2018

Compartilhe esta página com seus amigos

 

Quando falamos em carreira temos que levar em consideração a quantidade de anos que levamos para conseguir chegar em uma posição satisfatória dentro da profissão que escolhemos abraçar.

 

Em um país com milhões de desempregados é fato que a cada dia o profissional precisa se reinventar para galgar posições dentro de uma empresa e até mesmo como empreendedor solo.

 

Conforme o tempo vai passando é comum irmos nos acomodando em uma zona de conforto que aumenta todos os dias.

 

É fácil acreditar que quando se chega a um cargo de gerente, diretor, ou até mesmo encarregado as coisas estão sólidas e o emprego garantido.

 

Mas, em uma política de eterna contenção de custos, não é acertado afirmar que exista a famosa estabilidade, já que muitas empresas costumam mexer no quadro de funcionários, pelo menos uma vez por ano.

 

E, nessa readequação como costumam chamar, seu emprego pode ser colocado em cheque da noite para o dia.

 

Assim, mesmo aqueles profissionais em carreiras mais sólidas precisam ficar de olho em algumas posturas, para não entrarem na fila de corte ou então estarem adequados para uma nova colocação (até mesmo para uma promoção).

 

12 comportamentos que podem fazer sua carreira descer pelo ralo

 

Nesse texto separei 12 comportamentos críticos que podem levar ao desemprego, ou ainda à falta de ascensão dentro do ambiente corporativo.

 

Se encontrar alguma dessas características em si mesmo, está na hora de começar um processo de mudança para melhorar sempre.

 

1 – Ser pessimista em todos os momentos

 

Aqui entra a história do copo meio cheio, ou meio vazio. Nenhum chefe, nenhum colega de trabalho gosta de pessimismo excessivo.

 

Se você é do tipo que sempre fala que alguma coisa ruim acontecerá a todo momento, deve carregar uma nuvem preta igual da Família Adams e, com certeza, não é convidado para muitos grupos de amigos.

 

Tudo bem que em alguns momentos acabamos não enxergando o lado positivo das situações, mas fazer isso toda hora é cansativo para sua mente e também para quem está ao seu lado.

 

Sempre que um pensamento negativo surgir, antes de coloca-lo para fora, pense, conte até 10, respire fundo e procure o lado bom da situação.

 

2 – Falta de planejamento

 

Para quem deseja chegar a um cargo de chefia saber planejar é fundamental como habilidade de líder.

 

Não conseguir realizar tarefas, ou pior, não conseguir enxergar o tamanho e necessidade de uma tarefa por falta de planejamento é um erro grave que pode custar uma vaga, ou ainda uma boa promoção.

 

Sempre planeje seu dia priorizando tarefas mais importantes, e deixando espaço também para lazer, ou atividade social.

 

3 – Acreditar que não precisa de ajuda

 

Sem dúvida, um comportamento que denota certa arrogância na personalidade, e que sempre leva a situações constrangedoras.

 

Todos nós precisamos dos outros para realizar melhor as tarefas, para poder delegar quando for necessário e ainda para poder pedir uma opinião quando uma dúvida surgir.

 

Se isolar como todo(a) poderoso(a) só afastará colegas que poderiam acrescentar muito na sua experiência.

 

Acredite, ninguém é uma ilha, todos nós precisamos dos outros para desempenharmos melhor nossas funções.

 

4 – Demonstrar insegurança a todo momento

 

Essa é uma característica de pessoas que possuem baixa auto estima, e para quem trabalha desejando um cargo melhor é primordial eliminar essa “qualidade”.

 

Mesmo que se sinta inseguro diante de algum novo desafio, é importante não deixar transparecer e trabalhar isso consigo mesmo, através de meditação ou consulta profissional.

 

Principalmente quando se tratar de um trabalho executado em equipe, demonstrar insegurança deixará os outros envolvidos também com um pé atrás e incapazes de desenvolverem suas maiores habilidades.

 

5 – Inventar desculpas

 

A falta de se responsabilizar pelas próprias atitudes pode levar a pessoa estar sempre inventando desculpas.

 

Um dia foi o clima ruim, no outro o computador deu pau, no outro foi a reunião mais demorada, e sempre a culpa de algo que saiu errado é de outras circunstâncias, nunca sua realmente.

 

Esse tipo de comportamento é típico de quem não quer se envolver com os processos, e para quem deseja subir na carreira precisa ser erradicado o quanto antes, ou não conseguirá angariar boa impressão de colegas e superiores.

 

6 – Estar sempre atrasado

 

É uma consequência da falta de planejamento não conseguir chegar nos compromissos na hora determinada.

 

Além de ser extremamente deselegante, ainda coloca em risco a agenda das outras pessoas envolvidas, em uma clara demonstração de descaso com esses colaboradores.

 

Para não correr risco de cair na rotina de estar sempre atrasado, comece a sair 2 horas antes para seus compromissos, até que sua mente se acostume com  “chegar no horário” e você possa adotar um plano menos radical.

 

7 – Ficar nas redes sociais durante o tempo de expediente

 

Eu nem deveria colocar esse item aqui pois não consigo enxergar um bom profissional fazendo isso, mas parece que é uma coisa comum para algumas pessoas.

 

Por mais que seu ambiente de trabalho seja liberal, ou moderno, deixar de trabalhar para ficar nas redes sociais pode ser a gota que faltava para encher o copo da demissão.

 

A não ser que seu trabalho seja alimentar o facebook da sua empresa, em hipótese nenhuma, deveria usar o tempo de trabalho para mexer em qualquer rede social que possua.

 

8 – Não ser organizado(a) e não saber administrar o tempo

 

Também uma consequência da falta de planejamento. Percebe como essas características acabam se interligando e virando um bolo enorme de negatividade?

 

Administrar o tempo é fundamental quando precisamos ser multitarefas (uma coisa comum nos dias de hoje).

 

Lidar com prazos curtos pode ser um desafio, mas se tudo estiver organizado e planejado, é possível executar tudo que for necessário dentro do prazo, deixando tempo até para um processo de revisão.

 

Comece a usar um cronômetro cada vez que iniciar uma tarefa e só pare quando o prazo indicado terminar. Isso ajudará a melhorar a disciplina e também a manter o foco no que precisa fazer. 

 

9 – Procrastinação

 

A divina arte de deixar coisas importantes para serem feitas depois.

 

Aquele relatório que você tem 5 dias para fazer, mas que resolve começar um dia antes, ou a renovação da carteira de motorista que você só faz depois que recebe uma multa e tem o documento apreendido.

 

As consequências da procrastinação são tão nefastas para quem deseja ter uma carreira de sucesso, que só de pensar nessa palavra as pessoas deveriam ficar com medo.

 

Sempre faça as tarefas mais difíceis pela manhã (quando está mais descansado(a)), execute todas as tarefas de até 2 minutos seguidamente (você não tem noção como isso dará sensação de produtividade).

 

Esqueça o celular, não levante toda hora para tomar café, não olhe para a mesa do lado. Foque no SEU espaço e veja como é fácil executar todas as tarefas dentro do tempo determinado.

 

10 – Medo de arriscar

 

Sabe aquela visão mais simples que você teve na reunião, mas não falou nada porque teve medo, aí veio outro colega que teve a mesma visão, falou e foi promovido?

 

Pois é, coisas assim acontecem o tempo todo dentro das corporações e até mesmo quando trabalhamos solo.

 

Pode apostar que aquela ideia que você acha incrível também já passou pela cabeça de outra pessoa, e os louros serão de quem colocar primeiro em prática.

 

Sempre teste suas ideias, sempre exponha seus argumentos, o máximo que vai acontecer é tudo ficar na mesma, mas isso você já tem, não é mesmo?

 

11 – Não ouvir opiniões

 

O maior erro de quem deseja, um dia, ter um cargo de chefia.

 

Por mais que as opiniões possam ser disparatadas, ou fora de propósito para a questão levantada, sempre é bom ouvir o brainstorm de todos os envolvidos.

 

Às vezes não enxergamos a situação como um todo e ficamos focados em apenas um ponto, ter várias visões do mesmo assunto pode ajudar a clarear o problema, e encontrar soluções inovadoras e mais práticas.

Uma característica forte dos novos líderes é justamente ouvir seus colegas de trabalho e subordinados, numa demonstração extrema de respeito pelas ideias dos outros e também para fortalecimento de si próprio.

 

12 – Reclamar demais

 

Quem gosta de gente reclamona? Ninguém! E essa atitude pode colocar sua carreira em um caminho perigoso.

 

Encontrar obstáculos nas menores coisas pode ser uma forma que seu subconsciente está encontrando de não realizar as tarefas, ou de entrar em zona de procrastinação.

 

Sempre preste atenção se sua reclamação tem algum fundamento ou é apenas achismo, ou ainda excesso de zelo com o assunto.

 

Reclamar que foi mal atendido em um restaurante é seu direito, agora reclamar que a pessoa da frente na fila do self-service pegou muita salada, é ser chato(a) e cria uma imagem negativa perante os outros.

 

Reclamação em excesso demonstra que não se está pronto para o ambiente em que está inserido(a) e isso é um sinal claro de despreparo para as funções que deve desempenhar.

 

Agora que você viu quais são os 12 comportamentos que podem acabar com sua carreira é hora de fazer uma autoanálise e ser honesto(a) para encontrar essas características em si mesmo.

 

O exercício de autoconhecimento é a melhor forma de não cair nesses procedimentos nocivos e manter-se sempre aberto(a) para as novidades dentro da sua carreira, se colocando pronto(a) para o sucesso.

 

Sucesso!

Comentários